466 class="post-466 page type-page status-publish hentry"

Computação Cognitiva


DESCUBRA
COMO A COMPUTAÇÃO COGNITIVA PODE TRANSFORMAR SEU NEGÓCIO.

Uma nova era da tecnologia da informação, em que computadores pensarão semelhantes aos seres humanos.

Mesmo com o grande avanço da tecnologia nos últimos anos, a capacidade de agir e aprender com as informações não mudou muito. Em geral as aplicações ainda são projetadas para executar funções predeterminadas ou automatizar processos, sendo necessária a intervenção de desenvolvedores para planejar cada cenário de uso e criar a lógica de acordo com a necessidade do negócio.

Os sistemas não se adaptam às mudanças das informações e não aprendem com suas experiências. Os computadores estão mais rápidos e mais baratos, mas não são muito inteligentes. Desconectando-se do antigo modelo de computação, cuja principal ação era a automatização dos processos, uma nova geração de sistemas de informações está surgindo para fornecer uma plataforma colaborativa com foco na descoberta. Essa é a computação cognitiva, uma nova abordagem tecnológica que permite aos humanos colaborar com máquinas.

Todos os dias criamos uma quantidade impressionante de informações: mídias sociais, artigos, opiniões jurídicas, áudios e fotos, fórmulas, tweets, etc. Mas os computadores programáveis do passado não eram capazes de dar sentido a toda essa informação. Os sistemas cognitivos como o IBM Watson podem. Isso nos permite fazer coisas que nunca fizemos como prever tendências antes que elas sejam moda, responder perguntas antes mesmo delas serem feitas, reconhecer doenças antes mesmo que os pacientes apresentem sintomas, dentre outras.

 

É a era cognitiva, e o IBM Watson está aqui para nos ajudar em vários setores. Ele é projetado para entender, raciocinar e aprender; em certo modo, para pensar.

Nas palavras da própria IBM, Watson é uma tecnologia cognitiva que processa informações mais como um humano do que como os computadores com os quais estamos acostumados a lidar no dia a dia. Formado por hardware e software, Watson compreende a linguagem natural, ou seja, a linguagem dos humanos, e por isso não apenas fala como também é capaz de gerar hipóteses baseadas em evidências. À medida que interage, seja com usuários ou com informações, Watson aprende e fica ainda mais inteligente e tudo isso sem a necessidade de reprogramação.

As vantagens de um negócio cognitivo

  • Produtos e Serviços Cognitivos: por meio da interação com clientes, um negócio cognitivo pode criar produtos e oferecer serviços com capacidade de aprender e melhorar cada vez mais.
  • Exploração e Descobertas Cognitivas: através de padrões comuns nos conjuntos de dados tradicionais e não estruturados, um negócio cognitivo pode acelerar a pesquisa e diminuir o tempo de colocação no mercado.
  • Processos e Operações Cognitivos: ao levantar grandes quantidades de dados estruturados e não estruturados, um negócio cognitivo pode melhorar continuamente seus processos e a tomada de decisão.